segunda-feira, 25 de julho de 2016

Matias
"Ainda que todas as nações lhe obedeçam, abandonando o culto dos antepassados, eu e meus filhos continuaremos a seguir a aliança dos nossos pais!" (I Mc 2).
Ouve-se constantemente pessoas que dizem: "se eu vivesse naquele tempo..." A verdade é que as exigências e desafios são sempre os mesmos: PERMANECER FIEL!
E aqui adentrando o tema específico da vocação é possível perceber, nos dias atuais, a dificuldade latente de se abraçar e viver, com fidelidade a proporia vocação.
São casais que se separam ou vivem juntos como se não estivessem (na indiferença um pelo outro); sacerdotes que deixam o ministério ou que vão vivendo de qualquer jeito, fazendo o povo sofrer; consagrados que abandonam os votos ou que permanecem levando uma vidinha mais ou menos...
Onde está a FIDELIDADE nos tempos modernos? Parece ser uma palavra esquecida, ou vazia de seu verdadeiro sentido, para muitos, e isso porque nas bases da vida falta ainda comptomisso verdadeiro. As pessoas vao vivendo "para ver se vai dar certo", porém quando se trata de vocação, simplesmente, não pode funcionar assim: "que sejas frio ou quente, se fores morno te vomito!" (Ap 3, 15-16).

Nenhum comentário:

Postar um comentário