segunda-feira, 16 de maio de 2016


Mardoqueu
O Rei elevou em dignidade Amã [...]. Todos os servos do Rei dobravam o joelho diante dele [...], Mardoqueu não queria dobrar o joelho e, por isso, fora denunciado a Amã que se pôs em cólera. Mas teve pouco vingar-se só de Mardoqueu, e procurou um meio de exterminar sua nação (Et 3).
Por que Mardoqueu, tio de Ester, recusa-se a ajoelhar-se diante de Amã? A resposta é bem clara: Mardoqueu é judeu, parte do Povo, escolhido, que mesmo exilado crê no único Deus e sabe que somente diante d'Ele os joelhos humanos devem dobrar-se e as cabeças curvar-se.
Mardoqueu é perseverante... fiel mesmo quando ameaçado e perseguido. É constante em sua opção pelo Senhor. Todo vocacionado deveria pedir ao Senhor o espírito perseverante, fiel e constante de Mardoqueu, pois são inúmeras as situações que, dia a dia, põem em risco diversas vocações. E não raras são as pessoas que preferem curvar-se diante das insídias do mundo à "dar a vida" pela própria vocação. 
Eis pois a questão: Cristo não vale a tua vida? Foi Ele quem te concedeu a vida o que farás com ela longe de sua divina e maravilhosa vontade???
Conhecer a Cristo e optar por Ele em sua via de santidade é o melhor que cada pessoa pode fazer!

Nenhum comentário:

Postar um comentário