segunda-feira, 21 de março de 2016



Cantar ao Senhor o precioso dom da vocação é a alegria de todos o que são chamados, assim diz a canção: "hei de cantar ao Senhor, sempre e enquanto eu viver, hei de cantar seu amor..." sim, cantemos ao Senhor que nos amou e chamou!
Hoje, depois de uma longa pausa, voltaremos com o nosso tour pela Sagrada Escritura, refletindo os chamados bíblicos, para assim,  podermos rezar a celebrar nossa própria vocação!
Vamos lá, o Senhor chama a cada um de nós e "Eles também foram chamados"!
O nosso próximo chamado é...

Jefté
Jefté, o galaadita, era um valente guerreiro, filho de Galaad e duma meretriz. A mulher de Galaad deu-lhe filhos, e estes, tendo crescido, expulsaram Jefté, dizendo: “Tu não herdarás nada na casa de nosso pai, porque és um bastardo” (Jz 11)
Deus sabe quem é o ser humano que criou, obra de suas mãos, vê o coração e as intensões nele ocultas. O que nossos olhos veem primeiro, Jefté o filho da prostituta ou Jefté o varão, valente guerreiro?
Vocacionados à santidade, cada pessoa, nos encontros do dia a dia, é convidado a ver o melhor de cada um, como o nosso Pai Deus, pois nosso coração vê primeiro o que foi acostumado a ver. Acaso estará a dignidade de cada homem e mulher na condição de vida de seus pais? Se os homens levam em consideração tais realidades, é bem próprio de Deus, ao contrario, escolher o pobre, fraco e desprezível aos olhos humanos, para confundir o seu orgulho.
Assim acontece com aqueles que expulsaram Jefté, filho da meretriz, humilhados, e depois vão atrás de Jefté o valente guerreiro, pedir sua ajuda e confiar a ele a chefia do povo de Israel.
A santidade consiste na busca de associar a vontade humana à Vontade de Deus, pedindo que Ele possa olhar, ouvir, falar e amar em cada pessoa. Na caminhada vocacional, muitas vezes, será preciso descer de seu orgulho, e ir atrás daqueles que os olhos, ouvidos, mãos e coração rejeitam, pois nestes habita Deus, foi nestes, que Ele, talvez, plantou o valente guerreiro, no filho da meretriz.
Senhor, meu grande amigo, peço-te venhas olhar em mim, ouvir em mim, falar e amar em mim. 
Desperta meus olhos para o bem, a fim de que eu o reconheça sempre, em primeiro lugar, para que possa desprezar o mal, e sempre acolher o pecador.
Senhor faz-me ver também o que há de melhor em mim para que possa oferecer-te, que não haja em mim maior alegria que encontrar-te sempre em todo lugar! Amém!


Nenhum comentário:

Postar um comentário