domingo, 21 de fevereiro de 2016

Discernimento vocacional na quaresma

“Conduzi-la-ei ao deserto e falar-lhe-ei ao coração” (Os 2,16)

O tempo quaresmal pode ser uma oportunidade valiosa da graça na vida de um vocacionado que busca o discernimento vocacional. 
Este é, em verdade, tempo de um grande retiro, em preparação para a Páscoa em que o Senhor conduz cada alma, que verdadeiramente se dispõe a viver a quaresma, ao deserto, para aí falar-lhe ao coração. A estes Ele não mede as delicadezas de amor, inunda, em verdade, a alma!
Algumas práticas, intensificadas na quaresma, garantem a excelência do discernimento:
1- ORAÇÃO: nunca será muito falar e enfatizar as riquezas inesgotáveis deste precioso trato de amizade, a oração faz almas fortes! A oração para um cristão, e mais ainda para um vocacionado, não deve ser apenas obrigação, mas um ato voluntário e , talvez, até inevitável do coração que ama e, por isso, quer estar perto e tratar de amor com o Amado. A oração tem sido irresistível em tua vida de cristão vocacionado? 
2- FREQUÊNCIA NOS SACRAMENTOS: a frequência nos sacramentos garante a vida da graça na alma e, consequentemente, um trato sempre mais íntimo de amizade com o Senhor que chama. Por meio da confissão assídua e sincera, o cristão católico reconhece sua fraqueza, quando prefere a si mesmo ou ao mundo à vontade de Deus, a confissão não só faz renascer a vida da graça, com também a fortalece no combate ao pecado. 
Força sem medida é também a Eucaristia, presença real do próprio Cristo em seus amados. Haverá maior prova de amor? E por que, então, te demoras no dizer teu sim?
3- MORTIFICAÇÃO: por meio da mortificação o fiel aprende a distinguir, em si, os caprichos e fraquezas do “homem velho”, que jamais deixará de estar em cada pessoa, porém é possível revestir-se de “homem novo” transformando o agir, no abandono à misericórdia de Deus, que mesmo conhecendo a fraqueza de cada um, ainda assim chama.
Assim o caminho quaresmal, pode ser vocacional, à medida que a vida vai se tornando busca constante da Vontade de Deus! 
Tenha coragem, ouse um pouco mais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário