domingo, 12 de julho de 2015

Em Oliveira: Ordenação sacerdotal- Pe. Jorge

Estivemos rezando na última semana pelas vocações e pela ordenação do então Diácono Jorge, agora nossa diocese está em festa, ganhamos um novo sacerdote: Pe. Jorge, ordenado no dia 11 de julho de 2015, pela oração consecratória e imposição das mãos de nosso Bispo diocesano Dom Miguel Angelo.
Ordenado na memória de São Bento abade, o neo sacerdote, escolheu como lema para seu ministério, o início da oração ao santo atribuída: "A cruz sagrada seja minha luz!"
Pe. Jorge continuará na Paróquia do Senhor Bom Jesus dos Perdões na cidade de Perdões, rezemos por seu ministério e que sua vida possa atrair muitos outros à consagração sacerdotal!
















segunda-feira, 6 de julho de 2015

quinta-feira, 2 de julho de 2015


343 Anos de fundação! Quanta alegria!

"O que quero é a totalidade da vida, escondida na miudeza de cada instante!" (Tempo de esperas- Pe. Fábio de Melo)
Hoje é um dia de festa, de jubilosa alegria para a nossa Congregação das Irmãs Oblatas do Menino Jesus. Há 343 anos atras, neste dia, reunidos na capela da casa o Pe. Cósimo a Madre Anna e 12 jovens escolhidas davam inicio, oficialmente, a esta obra que chega aos nossos dias e continua atraindo e fazendo com que o Santíssimo Menino Jesus, encanto dos olhos dos fundadores, nasça e cresça nos corações.
Sou uma jovem religiosa, fui seduzida por este Pequenino... O encontrei na simplicidade, e quando menos esperava, quando meu coração estava dividido entre o zelo pelas coisas santas e a atração pelos caminhos oferecidos pelo mundo, hoje... quem diria! Sou esposa!
Busco a "totalidade da vida", que se esconde na pequenez, na "miudeza de cada instante", e quem melhor que o Menino Jesus poderia ensinar-me a ser feliz na simplicidade, Ele que sendo o Sumo Deus, rico e a própria riqueza, se fez pobre, e escolheu nascer em meu coração!
Ah, como poderia meu amado Menino buscar algo fora de Ti?!
De fato, a felicidade não está na grandeza, no poder, e no ser... Sou feliz, e encontro a felicidade no que os homens desprezam; tenho paz, e não preciso de guerras; vivo, ansiando pelo dia em que poderei vê-l'O e morro pela demora deste dia!
#VenhaSerOblata!
A TODAS AS MINHAS IRMÃS, PARABÉNS! Sejamos fieis Àquele que em momento algum nos desamparou!
Ir. Maria Elisângela, OMJ