domingo, 5 de abril de 2015

Em Oliveira: Missa do Crisma

Quinta feira Santa- Missa do Crisma
Ano da Vida Consagrada 2015
Evangelho Profecia e Esperança


Na Missa da Unidade, neste ano da vida consagrada, nosso Ex.mo Rev.mo, Bispo diocesano, Dom Miguel Ângelo, quis reunir em torno de si, os consagrados e religiosos, presentes na diocese, aqueles que aqui residem e aqueles que aqui estiveram por ocasião da Semana Santa, em nossas comunidades urbanas e rurais. Nesta ocasião, durante a homilia, lembrou a grande importância deste ano dedicado à vida consagrada, e ao fim da celebração foi lida a mensagem a baixo e apresentados para toda a comunidade reunida os consagrados ali presentes.
“Quero dizer-vos uma palavra, e a palavra é alegria, porque onde estão os consagrados aí há alegria” (Papa Francisco). Eis o testemunho confiado a cada consagrado: A ALEGRIA! Virtude em primeiro lugar de todo cristão, e com muito maior razão dos consagrados, que olhando para o Cristo como único Amor, Senhor e Tesouro, optam por seguí-l’O mais de perto, e como pode ser triste aquele que de perto segue a Cristo?! Impossível.
O convite do Papa é não só de rezar pelos consagrados e pelas vocações à vida consagrada, mas que os próprios consagrados reavivem e alimentem em si mesmos a chama do amor que os fez deixar tudo pelo Tudo. 
Chamado a anunciar o Reino, todo consagrado deve ser modelo de oração, aquela que entranha toda a vida e transborda a ponto de exalar, a todo instante e a todas as pessoas, o bom odor de Cristo.
Nesse ano da vida Consagrada queremos ser e viver intensamente este grande desejo da Igreja, a nós transmitido, pelo nosso Papa Francisco. 
"Que seja sempre verdade aquilo que eu disse uma vez: «Onde estão os religiosos, há alegria». Somos chamados a experimentar e mostrar que Deus é capaz de preencher o nosso coração e fazer-nos felizes sem necessidade de procurar noutro lugar a nossa felicidade, que a autêntica fraternidade vivida nas nossas comunidades alimenta a nossa alegria, que a nossa entrega total ao serviço da Igreja, das famílias, dos jovens, dos idosos, dos pobres nos realiza como pessoas e dá plenitude à nossa vida" (Papa Francisco).






Nenhum comentário:

Postar um comentário