segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Eles também foram chamados!

Débora

Naquela época, a profetiza Débora, era juíza em Israel [...], e os Israelitas iam ter com ela para que julgasse suas questões. (Jz 4)
Deus suscitou juízes que julgavam as causas do Povo e eram instrumentos de Deus, portadores da sua graça e palavra.
Débora, uma das figuras femininas significativas na Sagrada Escritura, era juíza e sua presença se apresenta para Barac como sinal de segurança da proteção de Deus no combate.
Débora é apenas uma dentre muitos juízes, algo porém que não pode passar despercebido é a característica que descreve o Povo durante todo o livro dos juízes: "os israelitas fizeram o mal aos olhos do Senhor".
Quando os israelitas faziam o mal diante do Senhor, Ele os entregava à mão dos inimigos, não por ser infiel ou vingador, mas ao contrário, para que o Povo percebesse que Ele permanecia fiel e que só podiam encontrar felicidade na bondade e no amor de Deus.
Existem momentos em nossa caminhada vocacional que Deus permite que experimentemos nossa fraqueza para podermos perceber que estamos caminhando longe d'Ele. E em alguns destes momentos podemos pensar que o que estamos fazendo não é mal e nem prejudicial a ninguém, assim como o Povo não era em si mal, mas não estava fazendo a vontade de Deus.
Por mais que não compreendamos, ou queiramos fugir à vontade de Deus, a fidelidade ao seu amor é sempre o melhor que nos pode acontecer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário