quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Novena da Imaculada

6º dia 
Maria pobre entre os pobres de Deus
“Lembre-se que a felicidade é querer o que você tem”.
“A alegria do Evangelho enche o coração e a vida inteira daqueles que se encontram com Jesus” (Papa Francisco). O apelo mais urgente, atual e constante de S.S o Papa tem sido o da edificação de uma “Igreja em saída”. Pelo voto de pobreza libertamo-nos dos bens terrenos mas enchemo-nos dos bens do alto e, sobretudo, do próprio Deus, sendo assim, verdadeiramente ricos. Deste modo encontra-se no voto de pobreza a resposta ao apelo do Papa, e em Maria o sublime exemplo de ser pobre entre os pobres, estes últimos são todos aqueles que não pelo Voto mas pelas condições de vida, falta de oportunidade e exploração do homem pelo homem; são pobres dos bens terrenos e também dos espirituais, falta-lhes a “alegria do Evangelho”!
Maria ao receber a boa nova de sua suprema riqueza corre, pois já nela transbordava, esta alegria do encontro com Jesus, pois “é impossível conhecê-l’O a fundo e não amá-l’O com loucura”, como também é verdade que é impossível conter em si a alegria e riqueza imensa deste encontro.
A verdadeira pobreza é pois aquela que torna a alma rica e é ela que suscita e faz crescer a “Igreja em saída”, apegada somente à riqueza que a faz amar, o motivo e fim último de seu existir: Cristo Jesus!

Oração: Virgem cheia de graça, bem o sei, em Nazaré vivestes pobremente, sem nada pedir. Nem êxtases, nem milagres, nem arrebatamentos, abrilhantaram vossa vida, ó Rainha dos eleitos. São tantos nesta terra, os pobres, os humildes! Podem eles erguer a vós o olhar, sem temor. Sois Mãe incomparável, Mãe que vai com eles pelo caminho comum, para guiá-los ao céu.
Quero viver convosco, amada Mãe, neste duro exílio, e seguir-vos todos os dias. Mergulho-me, arrebatado, em vossa contemplação e descubro os abismos de amor de vosso coração! Todos os meus temores se desvanecem sob vosso olhar materno, que me ensina a sofre e a gozar (St. Terezinha).

Canto: Imaculada
Ref.: Imaculada Maria de Deus, coração pobre acolhendo Jesus. 
Imaculada Maria do povo, Mãe dos aflitos que estão junto á cruz 
Um coração que era sim para A vida. Um coração que era sim Para o irmão. Um coração que Era sim para Deus. Reino de Deus renovando este chão! Ref. 
Olhos abertos para a sede do povo. Passo bem firme que o medo Desterra. Mãos estendidas que os tronos renegam. Reino de Deus que renova esta terra! Ref. 
Faça-se ó Pai, vossa plena Vontade. Que os nossos passos 
Se tornem memória do amor Fiel que Maria gerou. Reino de Deus atuando na historia! Ref.

Nenhum comentário:

Postar um comentário