segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Eles também foram chamados!

Lot
Chegaram os dois anjos a Sodoma. Lot, ao vê-los levantou-se e foi-lhes ao encontro e prostrou-se como rosto por terra [...] Os dois homens disseram a Lot: "Todos os que são teus parentes na cidade, faze-os sair deste lugar, porque vamos destruir este lugar [...] Quando já estavam fora, um dos anjos disse-lhes: "Salva-te, se queres conservar a tua vida. Não olhes para trás... (Gn 19)
Lot era sobrinho de Abraão e o acompanhou na saída de Ur, separou-se dele porque a terra não era suficiente para seus rebanhos. Abraão, tendo-se encontrado com os anjos, e sabendo da destruição de Sodoma, pede ao Senhor pelos JUSTOS, acreditando que entre estes estaria Lot. O que Abraão não sabia é que Lot era o único justo. Em toda uma cidade um único justo encontrado!
Lot é um homem de acolhida, capaz de entregar antes as próprias filhas, a permitir que algum mal fosse feito a seus hospedes. É um homem justo. A justiça na Sagrada Escritura é sinônimo de santidade. Lot é um homem santo. a santidade não é perfeição, mas "justiça", ou seja, é reconhecer-se tal como é: PECADOR NECESSITADO DE DEUS. É humildade, aquela que fez Lot colocar o rosto por terra diante daqueles dois desconhecidos, arautos do Senhor. Toda pessoa traz em si algo de Deus.
A santidade é vocação universal, toda pessoa é chamada à santidade, em qualquer que seja a sua vocação específica. Cabe a cada um perguntar-se:
Como trato aqueles que vêm a mim da parte de Deus?
Sou capaz de renunciar aos meus tesouros para que outros tenham vida?
Tenho sido justo?
Que o Bom Deus conceda a todos a graça de lutar sempre por uma vida santa e justa a seus olhos. Assim seja!

Nenhum comentário:

Postar um comentário