segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Eles também foram chamados!

A torre de Babel
Façamos para nós uma cidade e uma torre cujo cimo atinja os céus. Tornemos assim, célebre o nosso nome, para que não sejamos dispersos pela face da terra. (Gn 11)
Seria muito autossuficiente de nossa parte querer chegar a Deus sem Deus! Mas foi isso que aconteceu ao povo em Babel, esqueceram-se que é inútil vigiar se não for Ele o guarda; é inútil lutar se não for Ele a força; é inútil caminhar se não for Ele a meta...
Babel é o oposto da proposta que nos tem feito SS. o Papa. O primeiro prega o comodismo e o conforto, desejando uma vida estável; ao passo que o segundo convida a nos desinstalarmos e fazer nascer uma Igreja em "saída" que não se acomoda.
O povo de Babel queria tornar conhecido o próprio nome por meio de sua obra, nós somos chamados a tornar célebre o nome do Senhor, anunciando a sua obra, primeiro em nós e também no mundo, não por meio de uma grande "torre" mas por meio das pequenas obras do dia a dia, porque são essas que verdadeiramente, tocam o Céu!
Atos que talvez ninguém veja. Um bom dia, um sorriso, um olhar, o perdão que tanto nos custa, os sacrifícios aceitos por amor e na liberdade... O Senhor passa por nós a cada minuto, não é mesmo? Aproveitamos? Caminhamos na sua presença a exemplo de Noé, ou estamos demasiado preocupados em tornar célebre o nosso nome, construindo torres que longe de tocar o céu, geram dispersão?!
caminhemos com o Senhor e na alegria do Evangelho anunciemos o seu Nome!

Nenhum comentário:

Postar um comentário