quinta-feira, 28 de junho de 2012



8º Dia: Amor que transborda e contagia
         “Uma maravilhosa harmonia reinava entre elas, e cada uma cumpria o seu dever na obediência e no respeito à Madre, que por sua parte, precedia a todas com o exemplo das suas virtudes e as estimulava e acompanhava com os seus amorosos conselhos.”
“O amor que elas tinham para com Jesus suscitava o grade desejo de trabalhar no mundo pra que Ele fosse amado pelos homens. E considerando a aniquilação que o Filho de Deus sofreu, de Belém até o Calvário, para a salvação das almas, sentiam-se fortemente estimuladas a se darem a si mesmas, totalmente, pra cooperar com Ele na obra da salvação, dedicando-se ao apostolado.”
340 anos depois, o Senhor ainda suscita almas que empolgadas pelo mesmo ideal, se deixam contagiar pelo carisma doado pelo Santo Espírito à Madre Ana, buscando a santidade e nutrindo no coração o desejo de um dia “ser cheias de bons desejos, adiantadas na vida espiritual, desprendidas das vaidades deste mundo, exercitadas na virtude, prontas na obediência, aplicadas, de coração à oração mental, à mortificação, ao recolhimento e ao silêncio desejosas e anelantes da Perfeição Evangélica.” (Pe. Júlio Natalini)

Nenhum comentário:

Postar um comentário