terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

QUARESMA


           CONVERSÃO E PENITÊNCIA
 
       Começa a Quaresma, tempo de penitência e de renovação interior.
      A liturgia da Igreja convida-nos a estar com Cristo no deserto. Não podemos deixar passar este período de recolhimento interior sem fomentar na alma um desejo sincero de voltar uma vez mais para Deus. A quarta-feira de cinzas nos faz reviver nosso ser humos somos barro, somos pó,  Humos, humildade vencer os desejos desordenados do ter, do poder do prazer, que nossa sociedade moderna nos oferece com tanta facilidade. A cinza na cabeça, desde os tempos do Antigo Testamento, simboliza o desejo sincero de conversão. Sentir-se humilhado diante da poderosa e benevolente Mão de Deus.
Devemos aprender a relacionar-nos cada vez mais e melhor com Deus, que habita em nós viremos a ele, e nele faremos morada (Jo 14,23) A Trindade Santa habita em nossas almas. Vós sois templos do Deus Vivo. (2 Cor 6,16) São João da Cruz comenta esta passagem: Que mais queres, ó alma, e que mais procuras fora de ti, se dentro de ti tens as tuas riquezas, os teus deleites, a tua satisfação, [...], o teu amado, Aquele que a tua alma deseja e busca? Rejubila-te e alegra-te no teu recolhimento interior, pois o tens tão perto! (Falar com Deus 5ª semana da quaresma pagina 381)
Amados irmãos e irmãs, rezemos nesta quaresma por todos os missionários e missionárias que sofrem perseguição violenta por professarem sua fé e adesão a Cristo. Que o Cristo sofredor seja em suas vidas a fortaleza e a esperança de uma Páscoa pacifica sem violência.                                                                                     

Nenhum comentário:

Postar um comentário