segunda-feira, 6 de setembro de 2010

video


Não temas 

È  Deus que se volta para nós, e infelizmente há sempre aquele que diz não ou não houve o chamado de Deus, e o fato de Deus nos escolher é uma grande graça. Ler (coríntios 1, 26- 28).
Temos que nos abrir humildemente ao Dom de Deus. Deus nos fala para percorrer com Alegria e confiança seus caminhos, e mesmo sem entender as conseqüências de uma resposta. E quando Deus nos chama Ele nos dá alegria de sua presença, e para Deus o que conta é a disposição interior.
Não sei se vocês já  pegaram ,o livro do profeta Oséias para ler e observar os detalhes da história dele com Deus... Vocês Podem  chegar  à conclusão que Deus é Um Deus estranho e que desconcerta. Porque quando Deus chama para fazer de Oséias um profeta Deus diz: “ vai e toma por mulher um prostituta e gera filhos de prostituição, porque o país se prostitui completamente, afastando-se do Senhor” ( Os 1,2b).  No livro de Oséias narra um caminho maravilhoso que vai desde a miséria da meretriz às suas bodas, ela deverá começar uma vida nova devido ao ardente amor de Deus. É interessante o final do livro do profeta Oséias porque ele  encerra com um pergunta: “ quem é o sábio que compreende estas coisas? e o inteligente que as conheça? porque os caminhos do Senhor são planos e retos e os justos caminham por eles,porém os rebeldes nele tropeçam” ( Os 14,10). Na verdade, somente entende a Deus que segue seus caminhos. A inteligência não basta para compreender, tem que se ter sabedoria.
 A história de Oséias é uma história de ternura, e quando a Palavra de Deus intervém em nossa história é para mudá-la, Deus fala primeiro a Oséias, para depois falar mediante ele. E o que isso que dizer, quer dizer que ninguém pode falar em nome de Deus se antes na ouviu a sua palavra. E aquela pessoa que apresente como palavra de Deus uma coisa sua pensada ou imaginada, a Bíblia chama essas pessoas de falsos profetas. Somente aquelas pessoa que de verdade escutam a Deus pode falar Dele a outra pessoas para que mude o sentido e a direção da História. O profeta Oséias deverá obedecer pessoalmente, ele não foi chamado viver nenhuma situação de honra aos olhos do mundo que era casar-se com uma prostituta. O matrimônio de Oséias com a prostituta significaria aqui o pecado do povo.  Corria atrás de seus amantes e esquecia-se de mim, é o que diz em Oséias cap. 2,15. Muitas vezes abandona-se o Senhor em favor do prazer esperando ter êxito na vida. Hoje infelizmente alguns se dedicam a prostituição aberta outros às ocultas.
Deus esperou durante muito tempo a conversão do povo, mas a prostituta de Israel não quis ouvir e a partir daí Deus tira conclusões dolorosas e explica que Israel se tornou povo estranho. E podemos perceber isto no cap. 1,9 onde Deus diz assim “porque vós não sois meu povo e eu não sou o vosso Deus”. Pode acontecer que nós entreguemos nosso amor aos ídolos: poder, ciência, prosperidade e essas coisas não vencem nossos pecados contra Deus nem a morte, nossa vida depende de Deus, um Deus que é fidelidade e amor. “E a meta de Deus não é rejeição, no livro de Oséias diz:” Terei misericórdia... e os salvareis pelo Senhor, Deus: não os salvarei mediante o arco, a espada ou a lança...” podemos perceber por aí que vivemos da misericórdia e compaixão de Deus.
Oséias, que foi chamado por Deus não deixou de amar sua mulher prostituta. E esta experiência permitiu a Oséias perceber o significado do pecado. E Oséias falou muito bem da profundidade do amor de Deus, um amor que não se alterou perante a infidelidade do povo , e foi ao contrário, Deus se dá ao povo prostituído o valor maravilhoso de sua amizade que é gratuita, cheia de ternura e eterna.
E hoje Deus continua procurando pessoas que sigam suas palavras e a colocam em prática e depois o anunciem, são aquelas pessoas que colocam o poder, a posse, e até mesmo o saber não acima de Deus, mas abaixo dele e de sua palavra. E resumindo Deus nos chama ainda da prostituição ao amor vimos sobre o profeta Oséias, a história de seu chamado, que faz refletir também sobre o nosso, nós que já somos consagrados e para todos os fiéis vocacionados.
Além do profeta Oséias, temos também Jeremias, que nos faz refletir muito sobre a nossa história de amor Com Deus. Jeremias foi chamado por Deus quando ainda era jovem, e aparentemente por causa de sua idade fez com ele resistisse ao chamado e proposta de Deus. E o que Ele disse senhor eu não sei falar sou apenas uma criança.... e o que o senhor diz: “ não temas porque eu estou contigo...” Deus nos convida a não temer.
Saibam que a causa de objeção  de Jeremias não  era a sua pouca idade, isso era apenas uma desculpa, angustiava Jeremias o fato dele ser mensageiro da Palavra de Deus, porque Ele já conhecia a história dos profetas passados. E Deus também o chama o chamava a Conversão. É interessante o que Jeremias fala no cap. 23 ,9: “ quebranta-se o coração dentro de mim, estremece todos os meus ossos: estou como um homem bêbado e qual varão dominado pelo vinho por causa do Senhor e por suas santas palavras”.
 Você que conhece a história do Isaías, ou se ainda não conhece é bom conhecer, você vai perceber que Ele se ofereceu voluntariamente ao Senhor dizendo “Eis-me aqui, envia-me Senhor”, E já o profeta Jeremias sente medo, ele sabe a carga que é proclamar a Palavra de Deus e para Jeremias isso significa cumprir a sua missão, e também chega a conhecer a liberdade de Deus, uma liberdade que surpreende. Onde mostra o poder da Palavra de Deus e a força que tem em toda a história.
È importante sabermos  que Deus não nos fala para nos dar razão, Deus nos fala para que nós voltemos a Ele com uma grande confiança, mas na humildade. Quando o nosso  coração e nossa palavra desprezam a Palavra de Deus já começamos a ter um ateísmo e um ateísmo que é prático. Como diz no livro do profeta Jeremias, desprezar a palavra de Deus é cair sobre seu fogo devorador.
No tempo do profeta Jeremias havia muita impenitência que estava revestida de piedade, era mais algo exterior, e isso causava uma falsa insegurança religiosa, e conseqüentemente não havia  um volta sincera ao Senhor. E Quando Jeremias abriu a boca e denunciou isso , qual foi a conseqüência: a condenação a morte. E Jeremias é a testemunha do sofrimento causado pela Palavra de Deus Que foi proclamada e rejeitada, e ele estava consciente da sua missão.
Como é interessante percebermos que Jeremias sentiu em seu corpo quando lhe foi lançada a sentença: podemos confirmar isso em seu livro no capítulo 4,9 ss : “ Minhas entranhas, minhas entranhas! Contorço-me de dor nas paredes de meu coração! Meu coração agita-se em mim; não posso calar-me, pois o som do chifre ouvi-o eu mesmo, clamor de guerra”. Então ele se sentia encurralado pela palavra de Deus, mas ao mesmo tempo essa mesma palavra de Deus era para ele doce, em uma parte de seu livro ela fala: “Quando foram descobertas tuas palavras devorei-as, e tuas palavras foram para mim gozo e alegria de meu coração, pois teu nome foi invocado sobre mim”. Quem quiser ler este trechinho depois esta em jr 15,16. E, a partir daí podemos ver que a palavra de Deus gera gozo e alegria, quem não a houve, que fica surdo ou muitas se faz de surdo a palavra de Deus, isso gera solidão.
Também em alguns trechos do que Jeremias escreve, ele se queixa a Deus ,perguntando por que as pessoas o desprezam, insultam, ironizam ele... e Jeremias diz: Senhor não posso mais, isso supera minhas forças... e é o medo que sufoca a palavra de Deus em nós. E se formos ver o restante do livro de Jeremias, perceberemos que ele se deixou tocar profundamente pela palavra de Deus.
Daí a conclusão que Deus o senhor é sempre evento de confiança, de obediência de alegria mesmo no sofrimento e isso marca quem é chamado por ele, que é fiel apesar de tudo e de todos.
Ir. Maria Patrícia
Irmãs Oblatas do Menino Jesus
Baseado no Livro dicionário de Espiritualidade da vida consagrada
06/09/2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário